POLÍTICAS INTERNAS

Sobre doação de brindes

          A GUIA Consultoria desenvolve e apoia projetos e ações de Responsabilidade Social, que possam impactar positivamente na comunidade vulnerável ou nas Instituições Sociais (ONG’s) dos municípios em que a empresa se faz presente.
Os colaboradores da GUIA Consultoria são convidados a se envolver nas ações de dentro para fora da empresa e de forma solidária se engajam para o sucesso das mesmas. A idéia é gerar um efeito dominó e cíclico. Por exemplo: colaboradores satisfeitos transformarão sua satisfação em serviços de maior qualidade, por sua vez clientes satisfeitos com a qualidade do serviço, nos recomendarão para outros potenciais clientes que podem se tornar clientes efetivos por terem encontrado pessoas envolvidas e capacitados para atender a sua demanda. Aumentando a demanda de clientes, aumentamos o percentual dedicado as ações de Responsabilidade Social.
          A GUIA Consultoria juntamente com a equipe de colaboradores, esboça as ações que promovam o bem-estar dos seus públicos interno e externo, dedica o tempo e direciona os recursos materiais e financeiros necessários para os projetos aprovados.
Nossas ações visam a adoção de mudanças comportamentais, são guiadas pela relação ética e transparente da empresa com a sociedade em geral, visando seu desenvolvimento sustentável, além de preservar recursos e promover a redução da desigualdade social.
Para alcançar esses resultados, basta que sejam desenvolvidas ações simples que, com o tempo, serão agregados à cultura organizacional. Esta conduta pode ser considerada como o primeiro passo para projetos maiores que envolvam maior complexidade.
          Focados neste compromisso e considerando o elevado número de empresas que compõem o rol de clientes, decidimos por não dar presentes/brindes aos nossos clientes que em algumas circunstâncias, podem ocasionar reivindicações ou percepções de que tenham ocorrido privilégios. Portanto, é essencial que os empregados cumpram as diretrizes desta Política, de forma a resguardar os seus próprios interesses, assim como os da empresa.

Janeiro de 2015